terça-feira, junho 21, 2011

O inverno chegou!

Bem, na verdade, chega hoje. Com ele, algumas preocupações. Veja esta que encontrei pela internet afora (ou adentro):


Inverno: conheça os vilões da sua conta de luz na estação mais charmosa do ano*

As quedas das temperaturas vêm acompanhadas com o glamour das roupas do frio, o aconchego de um cobertor e o sabor do chocolate quente. Mas a chegada do inverno, que começa nesta terça-feira (21) às 14h16, também é marcada por grandes aumentos na conta de luz dos consumidores.

Assim como ocorreu nos demais anos, aquecedores, torneiras elétricas, chuveiros com a potência máxima e outros itens são ligados excessivamente para amenizar as baixas temperaturas dentro de casa. O conforto dos moradores, entretanto, eleva os gastos.
De acordo com especialistas, o valor da conta de luz, no inverno, chega a subir de 20% até 50%, dependendo da região, do tamanho da família e dos hábitos de cada uma.

Vilão número 1: chuveiro


Entre os principais vilões estão, sem dúvida alguma, os chuveiros, equipamentos que representam cerca de 25% a 30% do consumo de energia residencial. Quando o aparelho está com a chave na posição "inverno", de acordo com as companhias de eletricidade, o consumo aumenta em 30%.
Dessa forma, de acordo com a empresa, a principal mudança de hábitos para controlar a conta de luz é reduzir o tempo de banho. Além disso, deve-se evitar o uso do chuveiro no horário de pico, para não sobrecarregar o sistema elétrico da sua cidade.

Cuidado com os aquecedores


No caso dos aquecedores para água, a dica primordial é ajustar o termostato de acordo com a temperatura ambiente, pois, se esquentar demais e houver necessidade de misturar a água fria, haverá grande desperdício.
Além disso, ligue os aparelhos somente pelo tempo necessário. Uma possibilidade é instalar um timer para tornar essa tarefa automática. E fique atento para nunca ligar o aquecedor vazio à rede elétrica – para verificar se está vazio, abra a torneira de água quente com o aquecedor central desligado.
Já em relação aos aquecedores utilizados para esquentar os ambientes da casa, evite o desperdício de energia ligando-os apenas em locais com portas e janelas totalmente fechadas e também onde há pessoas presentes.

Ferro de passar roupa


Outro grande consumidor de energia elétrica na estação mais fria do ano é o ferro, que funciona por meio do aquecimento de uma resistência, cuja potência varia conforme o modelo do aparelho.
Para usá-lo com economia, habitue-se a acumular a maior quantidade possível de roupas, para passar tudo de uma vez só. Ligá-lo várias vezes ao dia desperdiça muita energia. Também regule a temperatura seguindo as orientações do fabricante ou, no caso do ferro elétrico automático, a indicada para cada tipo de tecido.
Outra dica é iniciar sempre pelas roupas que requerem temperaturas mais baixas. Assim, reserve algumas roupas leves, como as feitas de nylon e lingeries, para serem passadas nos últimos dez minutos, com o ferro desligado. Isso ajuda a economizar, já que o aparelho ainda estará quente.


Torneiras


No caso das torneiras elétricas, elas são de fato um ótimo conforto, mas que consomem bastante energia.
Dessa forma, procure ensaboar toda a louça (copos, pratos, talheres, panelas, etc) antecipadamente, para depois enxaguá-las de uma só vez. E, lembre-se: use o aparelho somente em caso de necessidade, como quando as temperaturas estão muito baixas.

Geladeira


Os consumidores ainda devem prestar atenção à geladeira, para evitar elevações exageradas na conta de luz. Afinal, segundo especialistas, o aparelho é responsável por 30% do consumo residencial.
Para economizar, o termostato dela deve estar regulado adequadamente, o que significa menor portência, já que o clima está frio. Além disso, a borracha de vedação precisa estar em bom estado, evitando que o ar frio escape de dentro da geladeira.
Além disso, se preocupe em tirar de uma só vez todos os alimentos, bebidas e outros produtos que necessite e não guarde nada ainda quente no refrigerador nem no freezer.

*Fonte: Portal Uol

Um comentário:

Giovana Damaceno disse...

Ai meu nariz, ai meu nariz, ele parece muito mais um chafariz!